Ministro anuncia prorrogação de crédito emergencial para agricultores do semiárido durante lançamento do Agroamigo Mais

Vídeo Conferência

Videoconferência transmitida no auditório do BNB | FOTO: Ascom/Seagri

O presidente do Conselho Nacional de Secretários da Agricultura (Conseagri), Eduardo Salles, secretário da pasta na Bahia, participou do lançamento do Agroamigo Mais, Programa de Microcrédito Rural do Banco do Nordeste, através de videoconferência transmitida no auditório da instituição financeira, em Salvador, na última sexta-feira, 1º de março. O lançamento oficial foi realizado pelo presidente do BNB, Ary Joel de Abreu Lanzarin, com a presença do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, em Fortaleza e transmitido para todo Brasil. Durante o lançamento do programa que visa oferecer crédito produtivo, em contratos de até R$ 15 mil, orientado e acompanhado a um maior número de agricultores familiares, que serão atendidos em sua própria comunidade, por meio do assessor de microcrédito, o ministro Pepe deu uma notícia que trouxe mais tranqüilidade para os agricultores que aguardavam o resultado das solicitações feitas pelo presidente do Conseagri, sobre a prorrogação do prazo do crédito emergencial para os produtores rurais da região semiárida. A prorrogação, segundo resolução 4.190/2013 do Banco Central, nos prazos para contratação das linhas especiais de crédito de investimento e de custeio para agricultores familiares, segue até o dia 31 de maio de 2013.

O ministro destacou a preocupação do governo federal com os que sofrem com a seca no Nordeste e falou da necessidade de construção de uma política pública que forneça água e alimentos para o semiárido, proposta que vai ao encontro do que defendem os secretários de Agricultura do Nordeste, com a criação do PAC Semiárido. O programa está baseado na reserva alimentar para os rebanhos, através da palma forrageira e água para dessedentação animal, através de poços e barragens para perenizar rios e riachos.
Sobre a resolução do crédito emergencial, o presidente do Conseagri, Eduardo Salles, disse que são bem vindas, mas que vai continuar solicitando a ampliação do prazo, que segundo ele, deveria se estender até 31 de dezembro de 2013. “A seca ainda não acabou. Estou constantemente visitando os municípios do semiárido baiano e o que nós identificamos são muitas dificuldades enfrentadas pelos agricultores, muitas culturas e animais foram perdidos e essas perdas não serão recuperadas em pouco tempo”, argumentou.

Sintonia entre BNB e Seagri
Durante a videoconferência, Salles ressaltou a sintonia que existe entre a secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Reforma Agrária, Pesca e Aquicultura (Seagri) e o Banco do Nordeste, em prol da agricultura familiar. “Hoje, na Bahia, o Governo do Estado e as instituições financeiras caminham na mesma direção e é justamente por termos objetivos comuns, de fortalecer a agricultura familiar no Estado e mudar a realidade das pessoas, que posso tranquilamente pedir aos coordenadores que verifiquem, em cada lugar onde o banco atua, quais os problemas detectados por eles, em que o Estado pode intervir”, disse.

O gerente de Microfinanças do estado, Edísio Bahia de Sousa, explicou que o governo federal, por entender que a metodologia utilizada no Agroamigo, implantada em 2006, através do atendimento às comunidades, foi exitosa, criou o Agroamigo Mais. “Esse é um momento importante para a agricultura familiar, pois iremos cumprir as metas determinadas pelo governo federal, atuando com uma metodologia diferente, que apresenta resultados”, pontuou. O superintendente do BNB na Bahia, Jorge Bagdêve destacou a sintonia fina que vem tendo com o governo e parabenizou toda equipe de coordenadores pelo trabalho que vem sendo realizado. Além dos coordenadores do microcrédito do banco, estavam presentes na videoconferência, o superintendente da Agricultura Familiar da Seagri, Wilson Dias e o delegado do MDA, na Bahia, Welliton Hassegawa.

O Programa
O Agroamigo é o Programa de Microcrédito Rural do Banco do Nordeste, operacionalizado pelo Instituto Nordeste Cidadania – INEC, e conta com a parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). É uma iniciativa pioneira no Brasil que visa à concessão de financiamento para área rural, adotando metodologia própria de atendimento, cuja premissa consiste no crédito orientado e acompanhado. O Programa Agroamigo já está presente em 160 unidades do Banco do Nordeste, atendendo a 1.945 municípios do Nordeste brasileiro, norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Sobre Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |
Esse post foi publicado em Assessoria, Cidades, Curiosidades, Economia, Menu Principal, Política e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s