Salvador volta a ter mutirão para cirurgias eletivas

ACM Neto - Max Haack

O prefeito assina termo de adesão com hospitais filantrópicos | FOTO: Max Haack/Agecom Salvador

O prefeito ACM Neto assinou na sexta (1) com os hospitais Martagão Gesteira e Santa Izabel o termo de adesão ao mutirão de cirurgias eletivas, que apenas nessas duas instituições beneficiará 694 pacientes que se encontram na fila de espera aguardando oportunidade para serem submetidos a procedimentos cirúrgicos nas áreas de ortopedia, otorrinolaringologia e cirurgia-geral. Outros três hospitais – Santa Luzia, Dois de Julho e Humberto Castro Lima (Ibopc) – também aderiram ao mutirão iniciativa, totalizando mais de 740 tipos de procedimentos, incluindo cirurgias de catarata, vesícula, amígdala, hérnia, fimose e histerectomia. A implantação do Projeto de Cirurgias Eletivas no município possibilitará o atendimento, nesta primeira etapa, aos 1.850 pacientes que se encontram na fila de espera, além de agilizar o acesso dos que aguardam a realização dos procedimentos de média complexidade. Com a iniciativa, a Prefeitura retoma as cirurgias eletivas no SUS de Salvador, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Emoção
O prefeito lembrou que há muito tempo essas 1.850 pessoas esperavam por essa oportunidade. Ele frisou que, desse total, 534 são crianças que serão operadas no Martagão Gesteira. Durante a assinatura do termo de adesão no Hospital Martagão Gesteira, ACM Neto se emocionou ao reencontrar a pequena Sassai, que passa por um tratamento contra um câncer. Na época da campanha eleitoral, quando visitou a unidade de saúde, o então candidato a prefeito a conheceu. “Vamos poder ajudar outras crianças com esse mutirão. Queremos organizar o sistema de saúde no município para, com o apoio fundamental das filantrópicas, podemos fazer outros mutirões contemplando ainda mais pessoas para zerar a fila das cirurgias eletivas em Salvador”, disse o prefeito.

Recursos devolvidos
“Há cerca de três anos, a Secretaria Municipal da Saúde não fazia os mutirões e esses recursos eram devolvidos, como iria acontecer agora. Por uma tolerância do Ministério da Saúde, conseguimos estender o prazo e fizemos um apelo à rede contratada, principalmente os filantrópicos, para que se integrasse ao processo”, afirmou o secretário José Antônio Rodrigues Alves. A cerimônia no Hospital Martagão Gesteira contou com a presença de Rosina Bahia, presidente da Liga Álvaro Bahia contra a Mortalidade Infantil; Carlos Emanuel Melo, superintendente da instituição; deputado federal Antônio Brito; vereador Edvaldo Brito; e o presidente da Federação das Santas Casas de Misericórdia, Maurício Dias. Já no Santa Izabel, participaram o mordomo-diretor Roberto Sá Menezes e corpo clínico, entre eles o médico cardiologista José Carlos Brito, que já foi secretário municipal de Saúde.

Sobre Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |
Esse post foi publicado em Assessoria, Cidades, Curiosidades, Economia, Menu Principal, Política e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s